sábado, janeiro 03, 2009

Graffiti, use-o com parcimônia

Uma boa oportunidade de ver o processo de criação de artistas de rua, como o Obey Giant. Como é feito a colagem e as diversas camadas até a conclusão do trabalho. Isso me lembra que a arte hoje pode ser considerada a mesclagens - além de um misto de mesclagens dentro do mesmo estilo, mas também uma junção de inúmeras referências externas onde os estilos se incluem. Ou seja, um samba de criolo doido. O importante é informar de forma coerente (ou não), mas informar. Visite o site dos dois artistas, Obey Giant, WK Interact.




O interessante é que a pichação sempre teve um viés voltado ao externo, como um alerta sobre o que está acontecendo de político, social, situacional, sempre participando de movimentos e manisfestações comunistas e\ou liberalistas. Lembrando que pichação é diferente de Grafitagem, no entanto, suas origens se distiguem apenas na forma expositiva e no resultado. Uma tem conotação negativa, e a outra geralmente ganha status de arte. Uma é arte e outra não, em síntese. Opinião do blogueiro. Porque o importante é ter uma mensagem. O que acontece muito hoje é uma necessidade de botar para fora mazelas e que camufladas em pichações sem sentido, que nem Jackson Pollock entenderia.

Ao longo dos anos com a difusão da informação e da crescimento das relações humanas, esta categoria de arte ganhou uma roupagem mais moderna adicionando estética e estilo. Sentiu-se a necessidade de exposição livre em espaços públicos - começando por antigas construções, ruínas, até em locais de grande acesso, uma informação cada vez mais visual e universal, não apenas informativa ou inteligível, mas acompanhada de cores e colagens intertextuais. Assim, hoje o Graphite é a oportunidade desses Artistas de Ruas de expor sua ideologia e sua forma de ver os mesmos acontecimentos políticos - afinal, corrupção, dominação, submissão, sexo, guerra etc. são temas sempre atuais, de uma forma livre e muitas vezes "permitida" em grandes centros. Como fazem grandes artistas como Bansky ou OsGemeos.

Muitos destes artistas hoje vêm introduzindo uma roupagem mercadológica em suas obras, e permitindo que elas sejam até vendidas e aplicadas em diferentes formas de expressões, como: grafites em carros, graffiti de rua, graffiti em ambientes (casas, prédios), onde você imaginar a arte pode ser inserida. Ou seja, se uma forma de geral a Arte (ou este tipo de arte) é democratizada (ou banalizada) ao ponto de ser encarada de forma comum e não apenas suburbana.

Fico pensando: para quê pichar? Pra quê escrever aquelas frases, letras, ideogramas impossíveis de se entender, se podemos colocar mais arte em nossas vidas? Explicar a vida, o comportamento de forma mais bela e mais colorida.

Abaixo coloco algumas fotos de vários lugares, em São Paulo, em Recife, para ilustrar o ganho que temos em explorar esta ferramenta social.

4 comentários:

Nilo Thiago disse...

Ah, é isso aí.
Porque comunicação de protesto não necessariamente precisa ser "feia" ou pouco "entendível".

Jenneffer Keffer disse...

De alguma forta toda imagem comunica, tem um receptor indiferente do seu meio. Acreito que o mais conturbado seja as autorizações para realização da prática. Quem ás tem faz arte, quem não tem é marginal.

Logo acredito que muitos marginais sejam capaz de fazer arte, entre alguns artista que não a fazem.

Parabéns pelo post!


http://jkdesaltoalto.blogspot.com/
Publicidade de SALTO ALTO

Paulo Peres disse...

Concordo com vc Jenneffer, no entanto mesmo com a autorização a expressão da comunicação por conta daquele artista (ou profissional) muitas vezes não passa de algo limitado a um grupo de pesssoas ou apenas com um objetivo de marcar aquele território.

Obrigado pelo carinho. :)

Anônimo disse...

pelo visto não param de aparecer otarios na internet q são contra a pichação.
porra vei vcs tem q parar de serem intrometidos
alguem perguntou alguma coisa pra vcs???
axu q não.
e se perguntaram, axu q nao deviam expor isso numa rede mundial,
pq kda um faz o que quiser.
cuidem das suas vidas seus otarios , antes q eu descubra onde vcs moram e faça uma beleza de obra de arte, pelo menos aos meus olhos né, pq pra vcs vai ser mais um lindo muro branquinho pichado0O.
e se pintar , picho ele denovo HEHE.
agora vão fazer alguma coisa inutil e deixem nossa galera em paz,seu bando de cornos.
"PICHAR È ERRADO, ERRAR É HUMANO, NÓS SOMOS HUMANOS, POR ISSO PICHHAMOS" axou ruim ??
vai toma no meio do cu pq eu nao to nem ai

by:"riskoh"