terça-feira, julho 15, 2008

Branding mal explicado, é Branding mal executado.

Existe um fenômeno que sempre gerou muitas discussões principalmente nas áreas de Marketing, Design e Publicidade e a cada ano piora. O que é branding? O que ele faz? Eu faço mesmo branding?

A conceituação e a prática do branding por conta daqueles que acham que fazem branding e na verdade não o fazem. Os escritórios de design, agências de propaganda, constroem, criam elos emocionais, participam sim da construção da marca, mas são apenas um ponto de contato da marca num todo. No entanto, tenho uma visão meio pessimista desse fenômeno e acho que é puramente uma forma da verba (cada vez mais curta) não migrar para outras empresas.

O Branding é uma filosofia, uma forma de gestão que vem crescendo e se difundindo, pois percebeu-se sua importância. Vide os inúmeros estudos e pesquisas constantes que empresas fazem referentes a "lembrança de marca (Brand Awareness)" e "Lealdade de marca (Brand Loyalty)" só para citar por exemplo. É a busca de uma forma de atração do consumidor para algo realmente relevante para ele, para assim se tornar um diferencial competitivo.

É fazer com que a Marca seja um reflexo daquilo que o consumidor quer/precisa/deseja, precisando para isso olhar para dentro de si, verificando sua essência, seu DNA.

Porém, deixo a
Monica Sabino, concluir por um artigo muito interessante no Webinsider. Clique Aqui.

2 comentários:

Caio disse...

Aqui em Salvador ainda não virou moda falar tanto em branding tanto qto leio em alguns lugares na web.

MAs é bom esclarecer mesmo para não acontecer o mesmo com o marketing ser confundido como mesma coisa de propaganda.

Fernando disse...

Paulo, os assuntos abordados estão muito bons. Parabéns e sucesso!
Fernando - www.blxg.com.br