quarta-feira, março 07, 2007

São Paulo é um grande bloco

Após conviver, brevemente aqui nesta cidade tão misteriosa e pertubadora.
Mas aos poucos que ando pelas ruas, percebo o quão fascinante ela é e o quanto ela guarda, em cada pessoa um mistério que ao mesmo tempo cada uma delas pratica e sente. Na minha humilde observação.

.

Cada pessoa é um bloco, como aqueles blocos de se encaixar. Aqui, as pessoas são blocos humanos de proteção, de sensibilidade, de cordialidade (no trânsito não), e quando conversamos brevemente com estas, o sentimento que temos é que elas, são fechadas, como caramujos, em suas casas/mundos paralelos, e que apenas precisamos nos mostrar interessados, com um sorriso ou com também uma cordialidade para podermos descubrir este bloco.

.

Acredito que esse fenômeno seja decorrente, de uma tensão, de uma sensação constante de observação e medo, perante roubo, enganação, que estamos sujeitos, levando em conta a grandiosidade da cidade, com seus quase 10 milhões de pessoas.

.

Bem, é isso. Aqui realmente, "...alguma coisa acontece...", como diria Caetano.

Abraços

Um comentário:

disse...

Engraçado é que desde que vc me disse pela primeira vez que ia embora para esse "grande bloco", tive apenas 1 certeza: "Alguma coisa muuuito boa aconteceria pra vc". E acontecerá, basta vc se manter exatamente assim, o Paulo de sempre e as portas, os sorrisos e as pessoas se abrirão.

Grande beijo