sexta-feira, março 02, 2007

Abrandando à todos

Este é o primeiro post, desde minha chegada a 5º maior cidade do mundo. Acho que assim que uma pessoa chega a um lugar assim como São Paulo, imediatamente, é incoporada uma espécie de cobrança, tensão e 'stress', inerente a essa cidade. Todos correm. Todos atrasados. Todos chigam (e muito). Todos falam alto. É uma coisa realmente interessante esse comportamento.
.
Assim que chegamos já somos, imediatamente, levados, empurrados, mesmo dentro do avião, à algum lugar que não sabemos, mas que sempre estamos sempre atrasados para chegar. E o mais interessante foi que neste breve período que estou por aqui já consegui me tornar uma pessoa impaciente e apressada (não sei porquê), que vive correndo na rua, e 'sempre atrasada'.
.
Bem, a única e principal coisa que tenho em minha cabeça hoje é tentar sugar ao máximo os códigos, os signos pra aos poucos conseguir me inserir nesse modelo de megalópole, senão acabarei sendo engolido e excluído desse modelo louco de sobrevivência. Então, eu vou nessa, que estou atrasado. O tempo aqui não tem 24 horas, tem que ter mais. Abraços.

2 comentários:

Florinda França disse...

Espero que vc se consiga fazer parte desse modelo louco de vida, como vc mesmo disse... pq lembro que vc foi aí pra isso mesmo, aprender, mesmo que seja a correr.
Estou torcendo por vc!
=*

disse...

Fico aqui imaginando as sensações diferentes que vc vem sentindo a cada dia que passa nessa "selva de pedras" e torcendo muito pra que vc alcance tudo o que foi buscar e mais um pouco.
Sucesso!
Cuide-se ;)