segunda-feira, abril 02, 2007

Vista: bom em lucro, mal em funcionamento.

Vista bate recorde da Microsoft
Novo sistema operacional ultrapassou de longe as vendas iniciais do XP, mas já apresenta falhas

Cibele Santos

27/03 - 13:44

Com mais de 20 milhões de licenças comercializadas mundialmente apenas no mês de fevereiro, as versões do Windows Vista destinadas aos consumidores - Home Basic, Home Premium, Business e Ultimate - prometem transformar o novo sistema operacional da Microsoft Corp., lançado em 30 de janeiro, no líder histórico de vendas da empresa. Em contraste, o antecessor Windows XP vendeu 3 milhões de licenças a menos (17 milhões) no período de dois meses que seguiram sua introdução, em janeiro de 2002.

Segundo comunicado da Microsoft, os números incluem licenças vendidas a fabricantes de PCs (como Dell e Hewlett-Packard), cópias de upgrades e pacotes completos do produto compradas no varejo, e as adquiridas via Windows Vista Express Upgrade (um programa que, entre 30 de janeiro e 28 de fevereiro, permitiu aos proprietários do XP atualizar suas máquinas por um preço nominal). Já a edição Enterprise do Vista, apresentada no final de 2006 e dirigida a grandes corporações, não está incluída no total.

Reações do mercado

Alguns analistas se surpreenderam com a rapidez das vendas. "Vinte milhões é realmente um grande número, e especialmente interessante porque não vimos nada parecido com filas de compradores dando voltas no quarteirão", comentou Roger Kay, da Endpoint Technologies. Outros atribuem o sucesso inicial do Vista aos seus novos recursos de segurança, facilidade de uso e melhor experiência multimídia. "Desde o lançamento, a esmagadora maioria dos nossos consumidores tem preferido as versões premium do Vista (exclui a Basic), que permitem uma experiência mais rica com música, vídeo, fotos e outras aplicações", disse Neil Hand, vice-presidente do grupo de produtos de consumo da Dell.

Por outro lado, ressalva o instituto de pesquisa tecnológica Gartner, o recorde também reflete o acelerado avanço do mercado de computadores pessoais, que praticamente duplicou desde o lançamento do XP - 51 milhões de PCs vendidos em 2002 contra 96 milhões previstos para 2007.


Falhas

A lebre foi levantada por vários especialistas do setor, como a Symantec, e a Microsoft confirmou: o Windows Mail, incluído no Vista, pode ter uma falha de design que permite aos hackers induzir a vítima a abrir um link malicioso enviado por email e depois executar arquivos locais. Dave Marcus, gerente de segurança do McAfee, enfatiza que o estrago poderá ser grande dependendo da ordem enviada ao Windows Mail. "Teoricamente, os invasores podem fazer muitas coisas, já que podem passar qualquer comando por meio dele".

A Microsoft disse que ainda não foi notificada de nenhum ataque, mas que, por via das dúvidas, poderá emitir um update de segurança - o segundo desde o lançamento do Vista, dado a "vulnerabilidade crítica" detectada anteriormente no Windows Defender, a ferramenta antispyware do sistema.

fonte: meio e mensagem

Um comentário:

Pits disse...

????

glub glub

Pq não escreve sobre o que vem fazendo em SP????

Beijoooooooooooooooooooooooo